segunda-feira, 22 de julho de 2013

Peça clássica no guarda roupa feminino. 


O vestido criado pela estilista belga Diane von Furstenberg, nos anos 70, nunca sai de moda.
Diane von Furstenberg

Transpassado, com decote V e cintura marcada por uma faixa que dar liberdade de ajusta-lo, se molda a silhueta feminina, valorizando praticamente todo tipo de corpo.
Looks da ANNE BOUTIQUE:




Agora vejam 13 dicas da consultora de imagem Lilian Riskalla de como usar :


 1 Para usá-lo de um jeito bem elegante, abuse de bolsas sofisticadas, como as do tipo carteira e as clutches.
2 Outra ideia para sofisticar o look é apostar em modelos de tecidos nobres – jérsei e seda são bons exemplos – ou com brilhos.
3 O vestido envelope é democrático e combina com diversos tipos de calçados, tudo depende do efeito que você quer causar e do modelo da peça. Os mais glamourosos vão bem com scarpins, sandálias de salto alto e peep toes.
4 Já um vestido transpassado de algodão com estampa floral e sem mangas, por exemplo, ficam perfeitos com sandálias, rasteirinhas ou anabelas.
5 Esse vestido é muito fácil de usar, veste muito bem a silhueta feminina, valoriza o busto, realça a cintura e esbanja feminilidade.
6 Para quem está acima do peso ou tem seios muito grandes, o ideal é buscar vestidos de malha maleável, com tecidos menos estruturados.
7 O wrap dress pode ser usado em todas as ocasiões: almoços, jantares, passeios, na praia, festas e no trabalho. Tudo depende do tecido, da textura e dos acessórios.
8 Os tecidos em alta para a temporada são a seda, o algodão, a malha maleável, o jérsei e os paetizados.
9 Aposte nas nuances do verão: azul bic, laranja, pink, amarelo, dourado e as chamadas candy colors (azul bebê, amarelinho, rosa- claro).
10 Estampas de lenços, grafismos e étnicas estão com tudo.
11 Clássica, a estampa gráfica com a dupla preto e branco sempre faz bonito.
12 Todos os comprimentos são permitidos no momento: curto, médio, mídi e longo.
13 O vestido envelope é uma peça atemporal, mas em uma estampa datada ou usada com acessórios errados faz o look perder todo o encanto.
Um abraço meninas!

07:39 Anne Boutique
Peça clássica no guarda roupa feminino. 


O vestido criado pela estilista belga Diane von Furstenberg, nos anos 70, nunca sai de moda.
Diane von Furstenberg

Transpassado, com decote V e cintura marcada por uma faixa que dar liberdade de ajusta-lo, se molda a silhueta feminina, valorizando praticamente todo tipo de corpo.
Looks da ANNE BOUTIQUE:




Agora vejam 13 dicas da consultora de imagem Lilian Riskalla de como usar :


 1 Para usá-lo de um jeito bem elegante, abuse de bolsas sofisticadas, como as do tipo carteira e as clutches.
2 Outra ideia para sofisticar o look é apostar em modelos de tecidos nobres – jérsei e seda são bons exemplos – ou com brilhos.
3 O vestido envelope é democrático e combina com diversos tipos de calçados, tudo depende do efeito que você quer causar e do modelo da peça. Os mais glamourosos vão bem com scarpins, sandálias de salto alto e peep toes.
4 Já um vestido transpassado de algodão com estampa floral e sem mangas, por exemplo, ficam perfeitos com sandálias, rasteirinhas ou anabelas.
5 Esse vestido é muito fácil de usar, veste muito bem a silhueta feminina, valoriza o busto, realça a cintura e esbanja feminilidade.
6 Para quem está acima do peso ou tem seios muito grandes, o ideal é buscar vestidos de malha maleável, com tecidos menos estruturados.
7 O wrap dress pode ser usado em todas as ocasiões: almoços, jantares, passeios, na praia, festas e no trabalho. Tudo depende do tecido, da textura e dos acessórios.
8 Os tecidos em alta para a temporada são a seda, o algodão, a malha maleável, o jérsei e os paetizados.
9 Aposte nas nuances do verão: azul bic, laranja, pink, amarelo, dourado e as chamadas candy colors (azul bebê, amarelinho, rosa- claro).
10 Estampas de lenços, grafismos e étnicas estão com tudo.
11 Clássica, a estampa gráfica com a dupla preto e branco sempre faz bonito.
12 Todos os comprimentos são permitidos no momento: curto, médio, mídi e longo.
13 O vestido envelope é uma peça atemporal, mas em uma estampa datada ou usada com acessórios errados faz o look perder todo o encanto.
Um abraço meninas!

segunda-feira, 15 de julho de 2013


Os vestidos de couro (ecológico) estão com tudo, são elegante e cheios de estilo e tornou-se um clássico do inverno, moderno e versátil agrega sofisticação as produções. 


Vejam alguns looks da ANNE!







Inspirações:






Um abraço meninas!
 Esperamos vocês!

21:41 Anne Boutique

Os vestidos de couro (ecológico) estão com tudo, são elegante e cheios de estilo e tornou-se um clássico do inverno, moderno e versátil agrega sofisticação as produções. 


Vejam alguns looks da ANNE!







Inspirações:






Um abraço meninas!
 Esperamos vocês!



A calça de alfaiataria é muito elegante e uma aposta certa para todas as mulheres independente da idade.

Algumas com estilo mais clássico e outras mais modernas, a verdade é que as calças de alfaiataria sempre dão um ar elegante ao seu visual ou seja, chique sem esforço!

É uma peça que pode transmitir tanto seriedade quanto descontração, depende das peças que irá combina-las.

Vamos as fotos:
Inspirações:






Looks da ANNE BOUTIQUE:









Um abraço meninas! 
Agora é só caprichar no visual!

Informações sobre as peças (65) 3621-2799









21:07 Anne Boutique


A calça de alfaiataria é muito elegante e uma aposta certa para todas as mulheres independente da idade.

Algumas com estilo mais clássico e outras mais modernas, a verdade é que as calças de alfaiataria sempre dão um ar elegante ao seu visual ou seja, chique sem esforço!

É uma peça que pode transmitir tanto seriedade quanto descontração, depende das peças que irá combina-las.

Vamos as fotos:
Inspirações:






Looks da ANNE BOUTIQUE:









Um abraço meninas! 
Agora é só caprichar no visual!

Informações sobre as peças (65) 3621-2799









quinta-feira, 6 de junho de 2013







Abraços Meninas!

23:10 Anne Boutique






Abraços Meninas!

Guia definitivo de Como Usar e Combinar


Meninas! Amei esse post da Ana Franco, muito esclarecedor!
Um cinto usado da maneira certa dá feminilidade à silhueta além de deixar a produção mais interessante, segue dicas para escolher o modelo ideal para você e como usá-lo:

Cinto Fino
  • É o tamanho que menos adiciona volume a silhueta, podendo ser usado a vontade mesmo quando se está um pouquinho acima do peso ou quando se tem quadril largo.
  • Ideal para marcar a cintura ou até mesmo criar ilusão de cintura.
Como usar e combinar:
  • Além do jeito tradicional de se usar no quadril, experimente usar na cintura sobre uma blusa, vestido ou camisa mais larguinha, o efeito é o corpo mais delineado, com curvas e muito mais feminino.
Tipo Físico:
  • Indicado para mulheres de todos os tipos físicos.


 Cinto Médio
  • Clássico e democrático, fica ótimo tanto usado no quadril, quanto na cintura. Proporciona volume equilibrado.
Como usar e combinar:
  • Na cintura e quadril.
  • Quem está com a barriguinha em dia e/ou não possui quadris largos, pode abusar de modelos com detalhes como pedras, fivela maior e de cor diferente da sua roupa.
  • Já quem quer valorizar a silhueta, mas não quer adicionar nenhum volume, invista em modelos mais sequinhos, sem detalhes muito volumosos e da mesma cor ou cor próxima da sua roupa.
Tipo Físico:
  • Pode ser usado por mulheres de todos os tipos físicos, desde que leve em consideração a dica dada acima de "como usar e combinar", assim não há erro e você valoriza o que tem de mais belo.


Cinto Largo
  • É o modelo menos democrático, mas é ideal para adicionar volume nos quadris de mulheres que possuem essa região mais sequinha.
Como usar e combinar:
  • Na maioria das vezes não fica bom quando usado na cintura, pois ao invés de delinear a cintura, acaba criando ilusão de falta de curvas na silhueta. Exceção para mulheres que possuem a barriga bem sequinha e cintura delineada, combinando o cinto com peças volumosas na parte de baixo, como o macacão da Letícia Birkheuer na foto abaixo ou quando o cinto tem as laterais mais estreitas como o modelo usado pela Drew Barrymore também na foto abaixo.
  • É ideal para quem tem pouco quadril e quer adicionar volume, o efeito fica ótimo. Vale usar com short, calça e até saia.
Tipo Físico:
  • Para usar no quadril: Mulheres que possuem quadris estreitos.
  • Para usar na cintura: Mulheres que possuem a barriga bem sequinha e cintura delineada.


Cinto de Elástico
  • Precisa ter cuidado, pois ao invés de delinear levemente a silhueta, ele acaba apertando demais a roupa e o corpo, o que acaba destacando qualquer gordurinha e desvalorizando a silhueta e o visual do look, os modelos largos de elástico são ainda mais perigosos, pois ainda tendem a se tornar deselegantes.
Como usar e combinar:
  • Prefira os modelos de tamanho médio a fino, escolha o tamanho ideal para você para que ele não aperte.
Tipo Físico:
  • Mulheres com a silhueta mais fina e sem gordurinhas, pois o efeito apertado demais, causado pelo cinto de elástico, é especialmente perigoso em mulheres que estão um pouquinho acima do peso ou que possuem o corpo com curvas bem marcadas como o tipo físico ampulheta, sendo assim, indico mais o modelo comum (sem elástico) que você pode ajustar de acordo com sua silhueta.

Agora é só escolher seu cinto ideal e combinar da maneira que mais valorize sua silhueta e te deixe ainda mais linda e feminina!

Abraços Meninas!


22:57 Anne Boutique

Guia definitivo de Como Usar e Combinar


Meninas! Amei esse post da Ana Franco, muito esclarecedor!
Um cinto usado da maneira certa dá feminilidade à silhueta além de deixar a produção mais interessante, segue dicas para escolher o modelo ideal para você e como usá-lo:

Cinto Fino
  • É o tamanho que menos adiciona volume a silhueta, podendo ser usado a vontade mesmo quando se está um pouquinho acima do peso ou quando se tem quadril largo.
  • Ideal para marcar a cintura ou até mesmo criar ilusão de cintura.
Como usar e combinar:
  • Além do jeito tradicional de se usar no quadril, experimente usar na cintura sobre uma blusa, vestido ou camisa mais larguinha, o efeito é o corpo mais delineado, com curvas e muito mais feminino.
Tipo Físico:
  • Indicado para mulheres de todos os tipos físicos.


 Cinto Médio
  • Clássico e democrático, fica ótimo tanto usado no quadril, quanto na cintura. Proporciona volume equilibrado.
Como usar e combinar:
  • Na cintura e quadril.
  • Quem está com a barriguinha em dia e/ou não possui quadris largos, pode abusar de modelos com detalhes como pedras, fivela maior e de cor diferente da sua roupa.
  • Já quem quer valorizar a silhueta, mas não quer adicionar nenhum volume, invista em modelos mais sequinhos, sem detalhes muito volumosos e da mesma cor ou cor próxima da sua roupa.
Tipo Físico:
  • Pode ser usado por mulheres de todos os tipos físicos, desde que leve em consideração a dica dada acima de "como usar e combinar", assim não há erro e você valoriza o que tem de mais belo.


Cinto Largo
  • É o modelo menos democrático, mas é ideal para adicionar volume nos quadris de mulheres que possuem essa região mais sequinha.
Como usar e combinar:
  • Na maioria das vezes não fica bom quando usado na cintura, pois ao invés de delinear a cintura, acaba criando ilusão de falta de curvas na silhueta. Exceção para mulheres que possuem a barriga bem sequinha e cintura delineada, combinando o cinto com peças volumosas na parte de baixo, como o macacão da Letícia Birkheuer na foto abaixo ou quando o cinto tem as laterais mais estreitas como o modelo usado pela Drew Barrymore também na foto abaixo.
  • É ideal para quem tem pouco quadril e quer adicionar volume, o efeito fica ótimo. Vale usar com short, calça e até saia.
Tipo Físico:
  • Para usar no quadril: Mulheres que possuem quadris estreitos.
  • Para usar na cintura: Mulheres que possuem a barriga bem sequinha e cintura delineada.


Cinto de Elástico
  • Precisa ter cuidado, pois ao invés de delinear levemente a silhueta, ele acaba apertando demais a roupa e o corpo, o que acaba destacando qualquer gordurinha e desvalorizando a silhueta e o visual do look, os modelos largos de elástico são ainda mais perigosos, pois ainda tendem a se tornar deselegantes.
Como usar e combinar:
  • Prefira os modelos de tamanho médio a fino, escolha o tamanho ideal para você para que ele não aperte.
Tipo Físico:
  • Mulheres com a silhueta mais fina e sem gordurinhas, pois o efeito apertado demais, causado pelo cinto de elástico, é especialmente perigoso em mulheres que estão um pouquinho acima do peso ou que possuem o corpo com curvas bem marcadas como o tipo físico ampulheta, sendo assim, indico mais o modelo comum (sem elástico) que você pode ajustar de acordo com sua silhueta.

Agora é só escolher seu cinto ideal e combinar da maneira que mais valorize sua silhueta e te deixe ainda mais linda e feminina!

Abraços Meninas!


quinta-feira, 30 de maio de 2013

"Pau para toda obra" do guarda-roupa feminino, camisas estão em alta entre as famosas

As camisas caíram nas graças das celebridades brasileiras e internacionais Foto: Getty Images / AgNews
 As camisas caíram nas graças das celebridades brasileiras e internacionais
                                                  Foto: Getty Images / AgNews

                                     

Tão democrática quanto a calça jeans nos guarda-roupas masculino e feminino, a camisa, que na década de 1930 começou a ganhar força como peça marcante do vestuário das mulheres, ocupa cada vez mais espaço entre as celebridades, nas passarelas e pelas ruas. 
Das mais básicas, como as brancas feitas de algodão, às mais sofisticadas, de seda, com estampas que resgatam a personalidade excêntrica de Gianni Versace e seus lenços espalhafatosos do fim dos anos 1980, a camisa feminina é o que se pode chamar de “pau para toda obra” da moda. De dia e de noite, a peça transita com elegância, frescor, leveza e sofisticação.
De acordo com Tamara Sbroglio, estilista da Dudalina feminina, uma das marcas que é referência quando o assunto é camisa, a peça é curinga, vai do look casual ao requintado. "O truque é sempre trabalhar os acessórios. Para combinações do dia, você pode usar uma camisa branca com jeans e sapatilha, que fica superdespojado e casual. Já para o look noite, é bacana usar a mesma camisa branca com uma calça estampada, escarpim e clutch, com um colar descolado. É a mesma camisa com duas caras", ensina.​
Tamara afirma que hoje as camisas que mais estão fazendo sucesso são as de seda.“ Há opções de crepe de seda, cetim de seda com lycra e georgette de seda, sendo que o modelo de manga longa ainda prevalece. “O figurino de Giovanna Antonelli, como a delegada Helô na novela Salve Jorge, incrementou ainda mais a procura pela peça de seda”, afirmou Tamara, lembrando que a Dudalina foi uma das marcas usadas pela atriz.
Dicas
A estilista garante que a camisa jamais envelhece. Como quase tudo na moda, o que surgem são novas modelagens e formas de usar, mas a peça em si estará é atemporal.
Para as mulheres do tipo “mignon”, o leque de opção sempre é mais vasto, pois o caimento é mais fácil em quem tem esse tipo de corpo.
Já para quem está um pouco acima do peso, Tamara reforça o cuidado com as camisas listradas na horizontal e com os tecidos transparentes.
Lavagem
“No caso da seda, a recomendação é lavar sempre a seco. Para os tecidos apenas 100% algodão, recomenda-se lavar com sabão neutro, estender no próprio cabide e passar com uma fraldinha por cima”, ensina Tamara.


13:32 Anne Boutique

"Pau para toda obra" do guarda-roupa feminino, camisas estão em alta entre as famosas

As camisas caíram nas graças das celebridades brasileiras e internacionais Foto: Getty Images / AgNews
 As camisas caíram nas graças das celebridades brasileiras e internacionais
                                                  Foto: Getty Images / AgNews

                                     

Tão democrática quanto a calça jeans nos guarda-roupas masculino e feminino, a camisa, que na década de 1930 começou a ganhar força como peça marcante do vestuário das mulheres, ocupa cada vez mais espaço entre as celebridades, nas passarelas e pelas ruas. 
Das mais básicas, como as brancas feitas de algodão, às mais sofisticadas, de seda, com estampas que resgatam a personalidade excêntrica de Gianni Versace e seus lenços espalhafatosos do fim dos anos 1980, a camisa feminina é o que se pode chamar de “pau para toda obra” da moda. De dia e de noite, a peça transita com elegância, frescor, leveza e sofisticação.
De acordo com Tamara Sbroglio, estilista da Dudalina feminina, uma das marcas que é referência quando o assunto é camisa, a peça é curinga, vai do look casual ao requintado. "O truque é sempre trabalhar os acessórios. Para combinações do dia, você pode usar uma camisa branca com jeans e sapatilha, que fica superdespojado e casual. Já para o look noite, é bacana usar a mesma camisa branca com uma calça estampada, escarpim e clutch, com um colar descolado. É a mesma camisa com duas caras", ensina.​
Tamara afirma que hoje as camisas que mais estão fazendo sucesso são as de seda.“ Há opções de crepe de seda, cetim de seda com lycra e georgette de seda, sendo que o modelo de manga longa ainda prevalece. “O figurino de Giovanna Antonelli, como a delegada Helô na novela Salve Jorge, incrementou ainda mais a procura pela peça de seda”, afirmou Tamara, lembrando que a Dudalina foi uma das marcas usadas pela atriz.
Dicas
A estilista garante que a camisa jamais envelhece. Como quase tudo na moda, o que surgem são novas modelagens e formas de usar, mas a peça em si estará é atemporal.
Para as mulheres do tipo “mignon”, o leque de opção sempre é mais vasto, pois o caimento é mais fácil em quem tem esse tipo de corpo.
Já para quem está um pouco acima do peso, Tamara reforça o cuidado com as camisas listradas na horizontal e com os tecidos transparentes.
Lavagem
“No caso da seda, a recomendação é lavar sempre a seco. Para os tecidos apenas 100% algodão, recomenda-se lavar com sabão neutro, estender no próprio cabide e passar com uma fraldinha por cima”, ensina Tamara.


sexta-feira, 24 de maio de 2013







11:58 Anne Boutique